5 dicas para o reaproveitamento de alimentos

O desperdício de comida é um problema sério na nossa sociedade. No Brasil, segundo dados levantados pelo WPF (Programa Mundial de Alimentos, em português), é desperdiçado cerca de 30% dos alimentos produzidos. Isso significa que, ao todo, são jogadas cerca de 41 mil toneladas de comida por dia no país. Os dados são de 2020 e chocam, pois, sabemos que a fome ainda é a realidade de muitas pessoas no mundo. Pensando na urgência deste problema social, queremos te convidar a adotar medidas simples para reaproveitamento de alimentos. Assim, além de economizar no seu lar, você poderá contribuir para um mundo melhor. Leia o post completo e descubra como!


Todos os alimentos podem ser reaproveitados


A não ser os alimentos mofados e apodrecidos, ou que tenham passado da data de validade, é possível ser reutilizado. Nesses casos o alimento está contaminado, então deve ser descartado. Uma dica é fazer as compras dos vegetais em uma quantidade que logo será utilizada, dessa forma, não dará a chance para eles apodrecerem. Além disso, exercite a criatividade diariamente para q


1- Reaproveitando o feijão com arroz nosso de cada dia


Sabe aquele restinho de feijão e aquele restinho de arroz que não são suficientes para uma outra refeição em família? Então, os dois juntinhos e misturados viram um delicioso bolinho, ótimo acompanhamento ou petisco!



Para preparar o bolinho super brasileiro, triture 2 xícaras de chá de feijão, somente os bagos, sem o caldo, e 1 xícara de chá de arroz cozido. Acrescente um ovo, acerte o sal e leve ao fogo até secar um pouco a umidade e formar uma massa mais consistente. Espere esfriar, coloque cheiro-verde a gosto, molde os bolinhos e frite em óleo bem quente. Fica uma delícia e você pode inclusive adicionar pedacinhos de bacon, sobras de frango desfiado ou legumes.


Além disso, o importante do reaproveitamento é entender que todos os alimentos podem virar um prato novo. Cansou do feijão cozido que você fez no início da semana? Incremente-o batendo com um pouco de farinha de mandioca no liquidificador. O feijão que seria dispensado vira um tutu de super nutritivo e gostoso. Com o arroz a mesma coisa: além do bolinho você utilizá-lo para fazer arroz temperado, arroz de forno ou clássico mexidão.


2- Reaproveite cascas, talos e folhas e se surpreenda!



As cascas da batata doce, as cascas cenouras e outros legumes viram ótimos chips quando picadas bem fininhas e assadas com azeite ou fritas submersas no óleo. Além disso, aquelas pontas que dispensamos de cebola, alho poró, cenoura e outros vegetais podem virar uma deliciosa sopa ou caldo para risoto. As folhas de repolho, quando recheadas com carne moída ou refogado de legumes com arroz, viram uma receita clássica da culinária que é popularmente conhecida como charuto.


Além disso, os talos de couve ou outras hortaliças são excelentes para complementar refogados dando cor, nutrientes e novas camadas de sabor. Experimente utilizá-los no preparo de molhos, sopas e refogados.


3- As frutas começaram a passar? Faça geléias, bolos e compotas!



As frutas possuem uma durabilidade relativamente pequena se comparadas a outros alimentos. Entretanto, a sua versatilidade permite um aproveitamento satisfatório e muito nutritivo. Se as frutas começaram a estragar, faça compota, bolo ou geléia com elas! Essas ações ajudam a prolongar a durabilidade do alimento e de quebra tornam a sua rotina mais gostosa e saudável, longe dos industrializados.


4- Não deu tempo de reaproveitar? Faça compostagem!


Um dos usos mais comuns das cascas e sobras de vegetais é a compostagem. Por serem matéria orgânica, eles são uma ótima forma de adubar o solo e ainda contribuir com o meio ambiente. A prática evita a emissão de gases tóxicos provenientes do processo de decomposição, além de ser eficiente na diminuição do descarte de resíduos.


Além disso, o produto da compostagem é riquíssimo em vitaminas e minerais para o solo. Portanto, se você tem uma horta ou um jardim em casa, essa certamente é uma das melhores opções para o reaproveitamento de cascas de vegetais.


5- Outras dicas que fazem sentido

  • O pão adormecido vira torrada, pudim e farinha de rosca.

  • A casca da laranja é um ótimo repelente natural, que não agride as crianças nem os animais. Para isso, basta substituir a pastilha do repelente elétrico por um pedaço da casca da fruta.

  • A borra de café é um excelente esfoliante natural. Com a pele úmida, passe a borra de café por todo corpo, evitando áreas sensíveis, fazendo movimentos circulares com a mão. Enxague e tome banho normalmente, isso deixará sua pele macia e aveludada.

  • Lembre-se que o congelador é o seu melhor amigo! Os vegetais podem ser higienizados, picados e congelados em pequenas porções, aumentando assim, sua durabilidade. Essa dica funciona também para as frutas e o resultado é surpreendentemente prático: retire as frutas do congelador direto para o liquidificador transformando-as em deliciosos sucos, vitaminas ou sorvetes. Tudo isso, vapt vupt, economizando o seu tempo, o seu dinheiro e preservando a natureza.


Gostou da ideia? Compartilhe este post e ajude a transformar o mundo em um lugar melhor! :)